Google+ Followers

Siga-me! Cadastre seu e-mail...

Sábio poeta...

Author: Miguel de Paula /


Sentado estou, dizer o que se deve, sorrir conforme o mestre manda, sentir!!! Ah! Como é prazeroso! Trabalhar é necessário, então, ali estou, sentado novamente em frente de uma máquina, sorrindo!
Adiante de uma vida enfrento! Vivendo-a! Conheço-o! Sim! Conheço-o! Conheço em um mundo virtual onde somente fotos e palavras descritas por ele posso acreditar e fazer o que todo ser humano faz! Julgar! Conceituar! Concentro-me! Razão, raciocínio adiante! Atenção! Clico no mouse e ali estamos! Convite aceito começa a jornada!

Dias, alguns dias! Recados simpáticos e sábios são escritos... Hummm! Atento fico! O quê responder? Respondido! Ali se vai um texto!

Dias... Dias... Recado privado chega! Leio atento! Atendo fico, observo cada palavra ali escrita, eta mundo virtual, socidade paralela que nos permite conversar a distância! Observo e vejo "meu aniversário". Prazer! Processa a máquina, abre outra janela "Black and Mask!"! Ali me registro! Por quê não ir? Máscaras! Baile de máscaras? Será como nos carnavais Venezianos?

Procuro, procuro! "mãnhê! Onde está minha Capitano Veneza?"

Sexta, o grande dia... ancioso estou! Sigo, passo na casa do amigo que irá acompanhar, seguimos, a pé seguimos! Capitano Veneza em mãos sigo... coloco! Sigo! Ei! Já chegamos! Aqui estamos! Vamos? Fila! Paciência!

Aqui estou parado! Ah, ali vem um grupo mascarado! Ei, olhe!!! Faço um vista geral e poucos mascarados, continuo, adentro o local, ali recebo uma pulseira!

Sábio poeta, irei conhecê-lo!!! Sábio poeta, onde se encontra?

Andar superior, local de festa... adentro a multidão, desvio, pessoas de todos os tipos, mascarados ou não! Cheguei! Humm! Segurança! Mostro a pulseira e adentro sigo a escada que ali se encontra o grande espelho! Onde está?
Subindo ali estou, sozinho! meu amigo logo abaixo se encontra, vou adiante! Paro, observo! Por favor, onde se encontra o Sábio Poeta? O rapaz afirma: "Ali está!".

Sábio poeta, Sábio poeta! Aqui estou! Ocupado está, são presentes e felicitações! Parado, aguardo! Como seu sorriso é belo! Palavras, abraços, simpatia! Como é tão acolhedor!

Retiro a máscara você não reconhece! Sábio poeta, sou eu! Você lembrou? Nossa que abraço confortável!

Conversamos, nos conhecemos onde virtualmente palavras são trocadas! Sábio poeta! Sábio poeta... O quê dizer? Palavras tão belas escritas pelas mãos de um homem! Quando novamente iremos nos ver?

Dias, Dias... "Estarei ai nessa semana!"

Sábio poeta que boa notícia! Marcamos! Sigo no automóvel preto em direção ao desconhecido onde se encontra! Óh! Sábio poeta... estou seguindo... aparelho eletrônico indica onde chegar! Aqui estou! Abre o portão! Carinhosamente sou recebido! Escreves palavras tão belas! Como é bom revê-lo!

Sábio poeta... como meu mundo se tornou belo com suas palavras! Sábio poeta! Aqui estou! Palavras escritas do mundo virtual tornam-se palavras pronunciadas por lábios do mundo real! Inacreditável!!! Como gostos se batem, e palavras são compreendidas! Dedo de Deus?

Diamante raro parece ser! Sabedoria, Sabedoria de todas as formas! Sorriso, simpatia, beleza!!!

Encantado fiquei! Como dizer? Apenas sentir! Coinscidências? Tantas que pasmo admirei! Alegria e felicidade, duas palavras resumem! Noite! Doce noite, seguindo com seu ar refrescante, barulho de campo ouvimos! Sábio poeta, está tudo bem? Seguimos, e dentro do automóvel preto conversamos! Nossa, tão sábio e que meu respeito sempre terá!

Sábio poeta, quão belo é! Tão encantador não posso negar! Olhos negros atentos, desabafos e conselhos sábios! Obrigado! Obrigado! Pensar! Refletir, doces lábios dizem com o sorriso palavras confortantes e reflexivas! Admirado fico!

Sábio poeta, Sábio poeta... O misterioso dos sete pecados! O enigmático desafiador!

Sábio poeta da grande noite...

O eterno encantador sábio poeta...

Palavras que aqui resumem... Nome descrito está, pequeno enigma a você revelado saberá!

Sábio poeta! Alegria de viver com seu sorriso saberei! Luz do dia nunca o verei, pois na noite o conhecerei! Lanterna da emoção iluminando a escuridão da noite sabedoria será! Unânime sei! Mistério que somente a você revelado será se souber decifrar!



(Miguel de Paula)

2 comentários:

Bruno disse...

Cara, me amarro no seu jogo de palavras...palavras desconexas que criam sentido no fim!!! o/

Salum H. disse...

Sábio poeta, sábio escritor, leitor...sábio não seria o amor? a dor...
Sábio...quem és?
Se é que tu és?
Sábio...Sábio...
Será tão sábio quanto o sábio lhe dirá?

Valeu garoto.

Postar um comentário